Como descartar pilhas

Aprenda a descartar pilhas corretamente e evite que elas causem danos à natureza e à sua saúde. Além de dicas que vão prolongar a vida útil da pilha.
Como descartar pilhas

Pilhas têm na composição metais pesados, como chumbo e mercúrio, que são muito agressivos para o meio ambiente e prejudiciais à nossa saúde. Se mal descartadas, elas podem explodir, amassar e vazar líquido tóxico, contaminando a terra e a água.

A questão é tão séria que o descarte de pilhas é regulado por uma norma federal do Conselho Nacional de Meio Ambiente, ligado ao Ibama, e pela lei que regula o Programa Nacional de Resíduos Sólidos.

Abaixo, montamos um passo a passo de como descartá-las corretamente, dicas de como cuidar melhor das pilhas e o que acontece depois que ela vai para o lixo.

O que é descarte de pilhas?

O descarte de pilhas não é simplesmente jogá-las no lixo comum. Por oferecerem risco ao meio ambiente e à saúde, as pilhas devem ser recolhidas e entregues de volta ao fabricante.

Isso pode ser feito em postos autorizados de recolhimento, que nas grandes cidades estão em supermercados, atacadistas, lojas de eletroeletrônicos ou postos de coleta seletiva de lixo.

Se você não dispõe de posto de coleta próximo, pode levar as pilhas usadas a empresas de assistências técnicas autorizadas. Elas podem fazer o descarte correto dos resíduos junto aos fabricantes.

Qual é a importância do descarte correto de pilhas?

A maior importância é a preservação do meio ambiente, e por consequência da nossa saúde. Materiais pesados, como chumbo, cádmio e mercúrio, presentes nas pilhas, podem causar danos à terra onde são depositados e contaminar o lençol freático, chegando à água que usamos.

Os resíduos tóxicos das pilhas também são responsáveis por incêndios e explosões em lixões e aterros sanitários. Por causa desse risco, o descarte e o manejo das pilhas é regulado por uma norma federal, que também regula o tipo de aterro sanitário apropriado para recebê-las.

Como fazer descarte de pilhas

Recolha as pilhas dos aparelhos assim que elas deixarem de funcionar. Com o tempo e sem uso, elas podem estourar no compartimento, causando danos ao objeto e oferecendo risco à nossa saúde.

Separe-as do lixo comum e guarde-as envolvidas num material resistente a vazamentos, depois procure um posto de coleta mais próximo de sua casa. Caso não tenha algum, você pode levar em assistências técnicas autorizadas, que elas farão o descarte junto aos fabricantes.

Pontos de descarte de pilhas: como encontrar

A melhor maneira de achar um posto de coleta é pesquisando na internet ou entrando em contato com o SAC do fabricante.

Supermercados, atacadistas, lojas de eletroeletrônicos e assistências autorizadas estão entre os locais que fazem o recolhimento das pilhas.

Caso não haja nenhuma dessas opções no lugar onde você mora, entre em contato com o serviço de atendimento ao consumidor do fabricante, pois você também pode enviá-las de volta pelos Correios.

Como é feito o descarte de pilhas

O descarte de pilhas é regulamentado por uma norma do Conselho Nacional de Meio Ambiente, órgão ligado ao Ibama, e faz parte do Programa Nacional de Resíduos Sólidos.

Ela prevê condições de aterros sanitários específicos para o recebimento de material pesado como o que está presente nas pilhas. O manejo desse material é de responsabilidade do fabricante.

É o que se chama de logística reversa: dar condições ao consumidor de devolver ao fabricante o produto após o uso. Depois de descartadas, as pilhas podem ser recicladas ou definitivamente armazenadas em aterros específicos pelo fabricante.

Descarte de pilhas no meio ambiente: quais são os impactos

Por ter na composição materiais químicos muito pesados como chumbo e mercúrio, as pilhas, quando mal descartadas, podem explodir e vazá-los para o meio ambiente.

A contaminação da terra é imediata e pode alcançar mananciais ou lençóis freáticos, contaminando a água de rios, riachos e poços.

O líquido que vaza das pilhas também pode causar incêndios e pequenas explosões em lixões e aterros sanitários, oferecendo risco a quem trabalha nessas áreas. Por ser bastante abrasivo, ele também pode ocasionar queimaduras na pele.

s3.amazonaws.com/www.ypedia.com.br/wp-content/uploads/2022/05/11171448/como_descartar_pilha_ypedia-scaled.jpg

Descarte de pilhas legislação: saiba mais

Já viu que descartar pilha é coisa séria, né? Tão séria que é regulada por lei. Está previsto no Programa Nacional de Resíduos Sólidos, de 2010, e na norma 257 do Conselho Nacional de Meio Ambiente, de 1999.

Pela lei, os fabricantes são corresponsáveis pelo descarte correto das pilhas e devem oferecer logística reversa. Ou seja, condições para que as pilhas cheguem de volta a eles depois de usadas pelos consumidores.

A responsabilidade contempla tanto o recolhimento das pilhas como sua reciclagem ou descarte definitivo.

Qual é o descarte incorreto de pilhas?

Nunca jogue as pilhas no lixo sem antes observar o que recomenda o fabricante no verso. Evite jogá-las no lixo comum da casa e caso sejam recolhidas à parte, mantenha a pilha protegida por um material resistente e evite expô-las ao sol ou altas temperaturas depois de utilizadas.

5 dicas de como cuidar melhor de pilhas

O uso correto das pilhas prolonga a sua vida útil e ajuda a evitar estouros e vazamentos de produtos químicos pesados.

Abaixo reunimos cinco dicas de como cuidar melhor delas:

1- Use sempre o tamanho adequado indicado pelo fabricante dos aparelhos. Forçar o uso com pilhas de outros tamanhos pode acarretar vazamentos e danificar o aparelho.

2- Mantenha as extremidades das pilhas e dos compartimentos limpos. Você pode fazer isso usando um pano áspero ou uma borracha escolar, por exemplo. A sujeira afeta o rendimento da bateria.

3- Se sabe que não vai usar um aparelho por muito tempo, remova as pilhas antes e guarde-as em ambiente fresco, sem contato com o sol e longe de altas temperaturas. Pilhas também não devem ser armazenadas em geladeiras ou freezers.

4- Não tente recarregar pilhas não recarregáveis. Verifique sempre antes no verso da embalagem se ela permite ou não a recarga. Forçar esse processo aumenta o risco de estouro, explosão e vazamento da pilha.

5- Insira as pilhas com atenção a indicação dos polos negativo (-) e positivo (+). Confira com atenção, por equipamentos que utilizam três pilhas podem funcionar com uma delas incorretamente inserida.

Gostou do conteúdo? Então saiba mais, também, sobre o descarte correto de medicamentos!

Você achou esse artigo útil?

Como descartar pilhas